1 Comentário

  1. Manuel Maria Barbosa da Cunha diz:

    Ainda não estou convencido das vantagens do voto eletrónico, sobretudo em eleições municipais, regionais, para a assembleia da república e para a presidência da república (ou seja para um universo de eleitores em grande número). Não consigo imaginar-me no espaço familiar ou outro de poucos elementos e ter de partilhar com esses elementos em quem vou votar. Para mim ainda nada substitui o espaço muito restrito de uma cabine de voto em que estou só comigo e com a minha consciência.
    Em segundo lugar é um dever cívico dos cidadãos terem de se deslocar para as cabines de voto. Esse esforço significa para mim um voto de apoio inequívoco à Democracia. O voto eletrónico facilita e promove a “preguiça”. O voto nos tipos de eleição que referi pressupõe um esforço, como estou a tentar defender, de apoio à Democracia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Associe-se!